zonas de desconforto

Conheça suas Zonas de Conforto – Você ousa sonhar?

Este é o caminho de sua vida, uma linha do tempo contendo passado, presente e futuro (Tradução do vídeo “Você ousa sonhar?” sobre Zonas de conforto). No momento você esta no presente. Deixou o seu passado para trás, e o futuro está a sua frente. Se você perguntar como que seu futuro será, você facilmente responderá: “Eu não sei. Não tenho ideia.” “O que eu sei é o que não quero que aconteça.” Você normalmente sabe o que gosta e não gosta sobre o seu presente. E se pensar, também perceberá o que gosta e não gosta sobre o passado. No entanto, é muito provável que a incerteza do que deseja para o seu futuro permanecerá.



Normalmente nos ensinam desde pequenos todo tipo de conhecimento, mas não somos ensinados a confiar em nós mesmos. Acreditar em si mesmo, e ter uma ideia clara do quer pode ser rotulado por muitos como arrogância.
“Filho, o que você deve fazer é trabalhar duro, fazer sacrifícios, e aceitar seu destino! Sonhos são uma perda de tempo!” (crenças limitantes) Sempre haverá pessoas para lhe lembrar da historia da vaca e do balde, uma fabula curiosa que alguém deve ter inventado para que todo o resto das pessoas parem de sonhar.
É uma pena. Porque a forma de atingir seus objetivos é sonhar com o que quer, colocar uma data de validade no seu sonho, e então trabalhar para alcança-lo. Você pode se dar muito bem no futuro. Tudo depende do que você acredita.

Vídeo  Você ousa sonhar?

A primeira coisa que você precisa fazer é estar consciente de alguns conceitos simples, entende-los e implementá-los.

Vamos começar com o conceito de “zonas de conforto.”

Zonas de confortozonas de conforto e zonas de desconforto

Esta é a área metafórica na qual você está, quando está se movendo através de um ambiente controlado por você.  Nele, as coisas serão familiares e confortáveis a você. Sejam elas agradáveis ou não.

Por exemplo. Ficar preso no engarrafamento todos os dias, é estar na sua zona de conforto, porque isso é o que você conhece. O seu chefe gritando com você no escritório pertence a sua zona de conforto, porque é isso que você conhece. Se divertir ou brigar com  seu parceiro é sua zona de conforto, porque é o que você conhece.

Seus hábitos, suas rotinas, suas habilidades, seu conhecimento,  suas atitudes e o seu comportamento, são todos parte da sua zona de conforto.

Cercando sua zona de conforto está sua “zona de aprendizado”.

zona de aprendizado (zonas de desconforto)

É para ela que você vai para expandir sua visão de mundo. E você o faz quando aprende novas línguas, viaja para países desconhecidos,  tem novas experiências, enriquece seus pontos de vista, modifica seus hábitos, conhece outras culturas, e se reúne com novos clientes. É aqui onde observamos experimentamos, comparamos, aprendemos e aproveitamos.

Existem pessoas que amam isso, e, portanto elas naturalmente se direcionam às suas zonas de aprendizado. Para outros, no entanto, é algo assustador de se fazer, e para evitar isso, se moverão apenas dentro de suas zonas de conforto, já que deixa-la é considerado perigoso. Além de sua zona de aprendizado está o que chamamos da zona de pânico, ou a zona sem experiências.

Zona de pânico, ou  zona sem experiências

Aquele que não querem que você se mova dentro dela são  normalmente aqueles que nunca saem de suas zonas de conforto, e dirão que é a zona onde coisas muito sérias podem acontecer. É como o cabo Finisterra, além dele, o mundo acaba. “não saia! Será Terrível” E se algo der errado?!”  “Bem, e se eu acertar?”

Este último só é dito por aqueles que acreditam que esta zona é, na verdade a zona mágica. A área na qual coisas incríveis podem acontecer com você. Coisas que você ainda não conhece, porque ainda não foi lá. É a zona de grandes desafios. Algumas pessoas acreditam que se entram na zona mágica, não podem voltar, que a sua zona de conforte desaparece. Isso não é verdade.

Deixá-la significa expandir suas zonas de conforto e aprendizado. Mudança não significa perder o que você tinha. Significa que você adiciona! Mudança é na verdade, desenvolvimento. Isso pode parecer como ter medo do desconhecido,  mas na verdade é ter medo de perder, perder o que você tem, ou pior, perder quem você é.

Tensão emocional e  tensão criativa

Depois, você tem que considerar a tensão emocional e a tensão criativa. Elas operam como duas forças opostas. A primeira, puxando-o para sua zona de conforto,  e a segunda, o fazendo mover-se para fora.

Para poder seguir em frente será precisar de motivações, para ser vitorioso contra os seus medos. Terá que trabalhar na sua tensão emocional, especialmente sobre os medos causados pelo deixar a Zona de Conforto.

Medo de o que as pessoas dirão, medo do fracasso, medo do ridículo, e da vergonha. Você precisará reconhecê-los e lidar com eles. Está pensando em como fazê-lo? Acredite em si mesmo. Você e a estrela da sua própria vida. O que você não  decide, os outros decidirão por você.  Gerenciando os seus medos apropriadamente, a sua autoestima irá crescer, e isso lhe dará uma nova visão da realidade repleta de oportunidades.

Quem escolhe os seus objetivos?objetivos

Então você será mais capaz de escolher seu objetivo, e ter uma ideia clara sobre o seu sonho, de encontrar um “que” que lhe motive. Depois poderá comparar seu ponto de partida com o seu destino,  e facilmente sentirá como se estivesse escolhendo.



Tudo bem. Você tomará consciência do que precisa aprender. Será útil para você relembrar suas origens, seus valores, seus princípios, e para fazê-los refletir sobre sua missão pessoal na vida. Para manter a tensão criativa, e não se render a tensão emocional, você deve pensar sobre sua visão pessoal. O que está além desse sonho?  Pelo que você quer alcançar esse sonho?  Assim que transformar o s seus preconceitos limitantes, acreditar em si mesmo e em seu sonho, e entender porque, e pelo que você esta agindo, chegará a hora de você agir, e deixar para trás sua zona de conforto.

Você experimentará  a alegria de aprender a seguir seus sonhos. No inicio você pode se sentir incompetente e vulnerável,  e pensar que é arriscado. Mas tudo bem. Você não sabe de tudo, porque você é humano, afinal. Você esta aprendendo. Parabéns. Você está se movendo em direção ao seu sonho.

O que você precisa para recuperar seu senso de competência é retornar à zona de conforto, para o s recurso pessoais que com certeza possui, e que na pressa, você esqueceu de utilizar.

Use tudo que for necessário, mas seja paciente em seu treinamento, confiante em seu objetivo, tenha sua estratégia bem preparada,  seja perseverante e positivo, e mais cedo do que esperar, seu sonho se realizará. Você ousa sonhar?

 

 

 TAGS: Zonas de conforto, zonas de desconforto, zanas de pânico.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: