Filtros perceptivos PNL- A realidade não é como estamos vendo

Filtros perceptivos são nossas estruturas subjetivas que filtram o que estamos percebendo. Por isso a realidade que estamos percebendo não é tudo o que está a nossa frente. As lembranças e experiências não foram constituídas de tudo que havia de informação naquele momento.  Em PNL (programação neurolinguística) Filtros perceptivos são nossas crenças, ideias, experiências, foco, valores, memórias.

Como usamos nossos Filtros perceptivos

Se, por exemplo você está muito interessado em comprar um celular novo. Em todo lugar que você vai, perceberá as lojas que vendem celulares, acaba olhando a vitrine, experimentando alguns, pedindo informações a respeito dos modelos disponíveis. O seu foco está voltado para ver celulares. Muitas outras coisas passarão a sua volta despercebidos. Até um amigo que você não vê há muito tempo, pode esbarar em você e não ser percebido. Seu cérebro naquele momento está omitindo outras informações para focar os celulares que são o seu desejo naquele momento.

O que estamos vendo é apenas uma parte

Toda a realidade que estamos captando, é apenas uma parte dela. Nosso cérebro não consegue trabalhar com tantas informações disponíveis, então ele capta somente o que interessa para a pessoa conforme seus filtros naquele momento. Podemos dizer que nossa mente distorce, omite e generaliza toda a informação disponível.

VEJA MAIS: Filtros da percepção (PNL) – como construímos nosso mundo




TAGS: Filtros perceptivo PNL, programação neurolinguística, matar um leão por dia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: