o que são arquétipos?

O que é Arquétipo?

Arquétipo é  a primeira imagem de alguma coisa.  O conceito surgiu em 1919 com o suíço Carl Gustav Jung. Para ele os arquétipos são como um conjunto de imagens psíquicas presentes no inconsciente coletivo que seria a parte mais profunda do inconsciente humano. Esses arquétipos projetando-se em diversos aspectos da vida, como sonhos e até mesmo narrativas. Imagens universais que existiram desde os tempos mais remotos. Se originam de uma constante repetição de uma mesma experiência, durante muitas gerações. Eles são as tendências estruturantes e invisíveis dos símbolos.

Arquétipos conhecidos desde a infância

Os arquétipos da Morte, do Herói e do Fora de Lei são exemplos de algumas figuras que todos nós temos no imaginário desde criança. Independente de onde fomos criados, do país que vivemos e das nossas religiões e crenças, essas imagens são muito parecidas para todos.

Algumas pessoas sonham, imaginam e até veem arquétipos que nunca tiveram contato. Mesmo em tempos que não existia televisão  pessoas em lugaras afastados da civilização, presenciavam ou imaginavam fenômenos que nunca tinham vistos. Mas existiam em algum lugar do subconsciente coletivo. Como por exemplo, ver um índio, mesmo sem nunca ter visto a imagem de um.

Arquétipos – Padrões universais

São padrões universais. Eles existem desde tempos muito remotos em muitas culturas e períodos da história. Se manifestam como experiencias subjetivas

Os 4 arquétipos de Jung

Segundo Jung, o  Ego é uma representação da mente consciente, O inconsciente coletivo contem  imagens primordiais, informações que compartilhamo  e que o inconsciente pessoal continha lembranças. Os arquétipos  não tem um numero exato, mas Jung descreveu quatro.

  1. O Self -Arquétipo da união do consciente com o inconsciente. figura: mandala.
  2. A Sombra – Arquétipo composto por instinto relativo à vida e ao sexo. É constituído por desejo, fraqueza,  carências, e ideias reprimidas. Imagens: Serpente, Dragão.
  3. Animus ou Anima – figura feminina ou masculina. Quando as duas  se unem, isso é chamado de Sizígia.
  4. A persona – Uma representação das mascaras que um pessoas usa.

Vários arquétipos

Deixe uma resposta