O que é Modelo TOTS – PNL

Modelo TOTS é um processo da Programação Neurolinguística (PNL) para gerar comportamentos para resolver problemas e atingir objetivos.  O significado da sigla é Testar, Operar, Testar e Sair.  O processo em PNL  foi baseado em programação de computadores para construção de um esquema de acompanhamento de novos comportamentos.

Este modelo foi originado na psicologia cognitiva com a publicação em 1960 do livro “Planos e Estrutura do Comportamento”, Escrito por George A. Miller, Karl H. Pribram   e Eugene Galanter.

Antes do modelo TOTS

Antes do surgimento do modelo TOTS a psicologia do comportamento era dominada pelo behaviorismo (todos os comportamentos são reflexos – arco -reflexo) e pela teoria da aprendizagem (estimulo resposta)

Modelo Estimulo  resposta

Enfatizava o estímulo observável e os componentes de resposta do comportamento. Mas esta teoria não considerava os processos cognitivos que mediam a relação entre o estímulo a resposta obtida. Acreditava-se que todo o comportamento era produzido por respostas a estímulos, ou derivada da história do individuo. Punições, reforços, estados motivacionais e os estímulos de controle.

 Modelo Arco reflexo

O modelo arco-reflexo consistia em uma resposta involuntária a um estímulo sensorial. Uma resposta simples, como uma pessoa colocar a mão em um forno quente e retirar rapidamente. A reação seria involuntária e ela tomaria consciência somente depois de ter afastado a mão.

Surgimento do modelo TOTS

Miller, Pribram  e Galanter, procuravam unificar a teoria behavioristas com um modelo cognitivo de comportamento aprendido. Um algoritmo que testa onde o sistema está no momento.  Executar uma operação (estratégia interna) para buscar o resultado esperado. Em seguida testar novamente e repete até que a resposta seja satisfatória (objetivo atingido). O processo estando completo, finaliza (sai).

Modelo TOTS, na prática

O primeiro passo é determinar um objetivo ou problema a ser resolvido.

  1. T (teste) – comparar o estado atual com o estado desejado (Objetivo).
  2. O (Opera) – executar uma estratégia com o intuito de atingir o objetivo.
  3. T (teste) – após implementar (operar) a estratégia vitrificar se o estado desejado (o objetivo)  foi atingido.
  4. S (Sai) – Objetivo foi atingido.

Caso o objetivo não seja atingido, opera (O) a estratégia novamente ou nova estratégia e testa (T) novamente até atingir o estado desejado e sair (S).

Exemplo prático do modelo TOTS

Objetivo: Cozinhar arroz

  • T – Observar que  o arroz  ainda não está cozido. O estado desejado (objetivo) é ter uma porção de arroz cozido.
  • O – Colocar arroz na panela com água, deixa ferver por um tempo (estratégia).
  • T – Testa para ver se o arroz está cozido. Se não tiver cozido, repete o operar a estratégia e depois testa novamente.
  • S – Se o arroz está cozido, então aquele objetivo está cumprido.

VEJA TAMBÉM: Qual é a sua motivação – Modelo TOTS 


TAGS: Estratégia TOTS, Modelo T.O.T.S, Arco reflexo, estimulo-resposta, como atingir objetivos, Programação Neurolinguística (PNL), mentalidade abundante

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: