Resenha do livro O instinto do sucesso

Descubra como você pode usar seus instintos para alcançar o sucesso.

o instinto do sucesso

 

Muitas pessoas agem de forma inconsciente e comprometem suas carreiras, jogam fora oportunidades por não saberem dominar seus instintos.

Quem já não viu uma pessoa agindo de forma irracional, comprometendo seu sucesso, sua empresa e até sua vida? São os instintos primitivos que afloram em certas situações de stress e perigo imaginário e não conseguem o controle imediato de suas atitudes, precisam de um tempo para que amente racional retome o controle da situação.

A técnica de contar até dez antes de agir é bem conhecida e eficiente. Aguardar um tempo antes de agir tem uma explicação lógica, antes deste tempo a mente irracional que comanda seus sentimentos é quem está no controle. Quando se sente em perigo ou desafiado seu corpo reage com um estimulo instantâneo de lutar ou fugir para sobreviver, muitas vezes esse perigo ou desafio esta somente na mente, ele não existe. Os homens que viveram na antiguidade a 10 a 15 mil anos atrás, esse instinto era o grande responsável pela sobrevivência dos homens que viveram nas cavernas e dependiam da caça para se alimentar e de lutar contra animais ferozes para sobreviver.

Hoje os meios de comunicação gostam de mostrar cenas que as pessoas perdem o controle e agem de forma irracional, parecendo homens das cavernas. O mesmo instinto é que esta comandando as reações naquele momento. Os instintos de defesa e sobrevivência.

Renato Grinberg, em seu livro “O instinto do Sucesso” descreve as sete ferras selvagens do mundo profissional, são ferras que controlam nossos impulsos.

As sete ferras selvagens

  1. A obsessão destrutiva;
  2. A insegurança;
  3. A agressividade;
  4. A arrogância e a subserviência;
  5. A impulsividade;
  6. A ganância;
  7. A obsolescência.

Gostamos de competir e de assistir competições, por isso alguns programas de Tv, lutas, esportes e novelas fazem tanto sucesso. Sempre existe a competição entre os personagens para nos transmitir emoções. A substancia neural DOPAMINA é liberado no celebro sempre que estamos competindo ou quando estamos assistindo uma competição, é a substancia do prazer, a mesma sentida em um orgasmo.

“Transforme seus impulsos primitivos em poderosos aliados na sua carreira e nos negócios” (Renato Grinberg)

Quando alguém vence, outro é derrotado, sentimos satisfação não pelo vencedor, mas pela derrota daquele que perdeu. Segundo o autor, o sofrimento alheio por incrível que pareça nós causa uma sensação de alivio ou prazer por comparação. Você sente prazer e fica feliz por aquilo não estar acontecendo com você. Inconscientemente comemora por não ser o derrotado, o estúpido, o avarento, o gago ou qualquer outro personagem das piadas.

O mesmo acontece com notícias ruins ou flagras constrangedoras de celebridades. As pessoas se sentem aliviadas da sua própria condição.  É como ele dizer: “sou pobre, não tenho aquela vida boa, mas nunca passei por isso que ele esta passando, coitado!” As pessoas gostam de ver outras em dificuldade para sentirem que estão em situação melhor. Quando alguém do mesmo nível social e do mesmo grupo de convivência se destaca ou começa a ter sucesso, ou sair de uma zona de conforto, isso gera uma inveja, uma ciumeira, e uma sensação de frustração por não ser ele quem esta naquela nova situação. Muitos em vez de fazerem algo para se destacar, preferem ressaltam os defeitos dos outros, assim, parecerem melhores comparando com o problemático. Se alguém esta com problemas, deveria ajudar, mas se ajudar corre o risco de ser superado pelo outro que está com problemas.

Controle seus instintos e use-os para o sucesso

O neocórtex pre-frontal é a parte do celebro que fica bem atrás da testa e é responsável pelas funções superiores da mente, raciocínio, linguagem, autocontrole. Todos os instintos se bem canalizadas e controladas pela parte do celebro que controla esses instintos, podem ser grandes aliados para ter maior motivação e ousadia para realizar seus objetivos.

Todas as ferras citadas no livro são instintos de defesa e de sobrevivência, igual é no mundo animal. Quando você sabe controlar essas emoções, elas se tornam aliadas do sucesso, mas quando perde o controle, o resultado pode ser o mesmo que um animal feroz a solta, atacando, fugindo ou simplesmente ficando paralisado de medo e deixando ser domesticado.

O cientista Antonio R. Damásio escreveu um livro chamado “O erro de Destartes ( companhia das Letras, 2012) o qual descreve que a razão e emoção estão interconectadas em nosso celebro que não é possível separar uma da outra. A razão controla a emoção e a emoção ajuda a razão a não perder tempo. Imagine se qualquer coisa que você fosse fazer tivesse que pensar para fazer, já pensou como seria para dirigir um carro: estou com o pé no acelerador, agora na minha frente tem um semáforo, vou pisar agora com o pé esquerdo na embreagem e o pé direito no freio… não faríamos muitas coisas na vida, não é mesmo? Por isso nosso celebro depois de algumas repetições, ele coloca tudo no automático, o subconsciente trata de tomar todas essas decisões de forma automática, não incomoda a mente racional que deve estar ocupada com outras coisas.

Segundo o Filosofo John Locke (1632-1704) todo o processo de aprender a agir de certa forma foi aprendido com as experiências vividas.

O sucesso pode ser alcançado utilizando seus instintos. Controlar e utilizá-los a seu favor. A raiva pode ser um grande motivador, se você tem raiva de não ter sucesso em alguma área de sua vida, sinta raiva de permanecer nesse estado e lute como um tigre para alcançar o sucesso. O mesmo pode ser feito com os outros instintos, controlar, não atacar. A competição não é para os mais fortes, mas para aqueles que sabem se adaptar.

Resenha do livro “O instinto do sucesso”

Autor: Renato Grinberg (autor do best-seller A estratégia do tigre)

Editora: Gente

LEIA TAMBÉM:

“Os Segredos da mente milionária

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: